Dragon Ball Super: Broly | Entrevista revela o envolvimento de Akira Toriyama

Uma nova entrevista com o diretor de Dragon Ball Super: Broly dá uma ideia de quanto envolvimento o criador da série, Akira Toriyama, teve ao fazer o filme.

A entrevista foi conduzida pelo site oficial de Dragon Ball. O diretor, Tatsuya Nagamine, ofereceu todos os tipos de novas informações – desde teasers sobre o enredo e os novos personagens até os detalhes da produção. Essas informações foram traduzidas pelo usuário do Twitter, Todd Blankenship.

“Nagamine diz que eles estão adaptando o roteiro de Toriyama como está além das cenas de ação”, escreveu Blankenship. Ele acrescentou que a equipe não poderia seguir o roteiro de Toriyama palavra por palavra, pois isso levaria a um filme de quase três horas de duração. Com apenas 90 minutos para trabalhar, as pessoas em todas as partes da produção trabalhavam para reduzir o que podiam.

No final, o filme teria sido estendido um pouco para dar espaço à história de Toriyama. O tempo duração do filme ainda não foi anunciado oficialmente.

Nagamine trabalhou como diretor no anime Dragon Ball Super por algum tempo antes de fazer parte do trabalho no filme. Depois que ele saiu, Ryota Nakamura assumiu as funções de direção do arco Universe Survival. Ele acrescentou que o próprio Toriyama trabalhou muito nessa história.

Em sua juventude, Nagamine disse que trabalhou com Shigeyasu Yamauchi, que dirigiu Dragon Ball Z: Broly – O Lendário Super Saiyajin. Ele admitiu que era difícil aceitar a reinicialização de Dragon Ball Super, achando que ele não poderia fazer mais do que seu mentor ocasional. Ele decidiu se concentrar em trazer a visão de Toriyama para o personagem que ele já conhecia tão bem, e ter certeza que o vilão parecesse forte no processo.

Nagamine é um fã de longa data de Dragon Ball, que disse que cresceu assistindo o anime original. Como muitos outros que estão trabalhando no projeto, ele ficou entusiasmado com a história que inventaram. Ele sente que será um filme agradável para os fãs de longa data e para os novatos, o que é especialmente importante à medida que o fandom de Dragon Ball envelhece e tenta fazer com que seus filhos se interessem pelo anime.

Blankenship traduziu outra entrevista do site oficial de Dragon Ball, onde o produtor Norihiro Hayashida descreveu Dragon Ball Super: Broly como uma “grande ópera espacial”.

“O site oficial de DB tem uma entrevista com o produtor de filmes de DBS, Norihiro Hayashida”, ele twittou. “Ele reafirma (chefe do DB Room) a declaração anterior de Akio Iyoku de que o filme será uma “grande ópera espacial”: “Eu me perguntei se DB poderia fazer isso, mas tudo foi esclarecido quando li o enredo.”

Dragon Ball Super: Broly estreia no Japão em 14 de dezembro. O filme também chegará ao Brasil, mas ainda não tem data definida