Mulher-Maravilha 1984 não é uma sequência, diz produtor

mulher-maravilha 1984
mulher-maravilha 1984

Mulher-Maravilha 1984 programado para chegar depois do filme original de 2017, com as estrelas Gal Gadot, Chris Pine e a diretora Patty Jenkins de volta, não é uma sequência, de acordo com seus criadores.

O filme é definido em um “período de tempo completamente diferente” e conta “uma história completamente diferente”. Mulher-Maravilha 1984 se passa no ano de seu título e encontra Diana (Gal Gadot) enfrentando uma arqueóloga britânica que se tornou supervilã chamada Mulher-Leopardo ou Cheetah (Kristen Wiig), em meio às tensões da época da Guerra Fria com a União Soviética.

Ela (Jenkins) estava determinada que este filme deveria ser a próxima versão da Mulher Maravilha, mas não uma continuação”, disse o produtor de Mulher-Maravilha 1984, Charles Roven, ao Vulture. Roven também produziu A Trilogia do Cavaleiro das Trevas, Liga da Justiça, Batman vs Superman: A Origem da Justiça, Esquadrão Suicida e Homem de Aço. “E ela definitivamente está entregando isso. É um período de tempo completamente diferente e você terá uma ideia do que Diana (Mulher-Maravilha) estava fazendo nos anos de intervenção. Mas é uma história completamente diferente que estamos contando. Mesmo que tenha muitas coisas emocionantes, muito humor, muita ação.

Jenkins não estava disponível para confirmar ou negar a revelação de Roven. No entanto, uma fonte próxima a diretora disse a Vulture que Jenkins realmente visualiza este último filme como “um filme independente da mesma forma que os filmes de Indiana Jones ou James Bond são, em vez de uma história contínua que requer muitas parcelas.”

VEJA TAMBÉM:  Mulher-Maravilha 1984 | Patty Jenkins já tem planos para um terceiro filme

Além de Gadot, Pine e Wiig, Mulher-Maravilha 1984 também conta com Connie Neilsen como Hipólita, Robin Wright como Antíope, Pedro Pascal, Kelvin Yu, Oakley Bull, Natasha Rothwell, Ravi Patel, Gabriella Wilde e Kristoffer Polaha.